Semana da Arte Moderna

A semana da arte moderna ou semana da arte moderna de 1922 consiste num período que vai de 11 a 18 de fevereiro em que os artistas postam suas obras no teatro mais famoso de São Paulo, que é conhecido como Teatro Municipal. Nesse período de apresentações, foram expostos diversos quadros de pintores famosos como Di Cavalcanti, Anita Malfatti, Tarsilla do Amaral, dentre outros, e também várias apresentações como palestras, músicas e também poesias e frases.

A semana da arte moderna foi representada como sendo uma inovação da época, pois até certo momento não existia pintores que puderam renovar na forma de criar seus desenhos, suas pinturas, e assim, com a criação da semana da arte moderna de 1922 os artistas passaram a expressar tudo que ele avistava, sendo que suas pinturas eram baseadas no meio externo, com a utilização de pessoas que passavam na rua, o mar, as flores, as crianças, tudo que tinha a ver com o meio externo. Este evento marcou a época, pois representou um movimento de novas idéias e mudanças do meio da arte e também da poesia da literatura portuguesa.

A poesia influenciou a semana da arte moderna, pois, naquela época era somente escrita; a partir do surgimento da criação da semana da arte moderna, a poesia passou a ser declamada pelos seus autores da literatura moderna e assim, passou a fazer mais sucesso. Durante a semana da arte moderna, Mário de Andrade marcou sua presença no Teatro Municipal. Mário de Andrade foi um poeta, um músico, professor. Ele presenciou sua participação na semana da arte moderna influenciando na literatura brasileira e nas obras artísticas do Brasil. Nesse período, Mário de Andrade publicou seu livro muito conhecido no Brasil, chamado de Paulicéia Desvairada, o que acabou marcando para muitas pessoas como sendo o início da poesia romântica da era moderna no Brasil.

Anita Malfatti também marcou sua presença na semana da arte moderna, uma pintura de grande sucesso daquela época onde até hoje seus quadros fazem muito sucesso e encantam cada vez mais pessoas e outros pintores iniciantes que vêem e suas obras, um incentivo no desenvolvimento de outros quadros fazendo com que, a cada dia aumente o número de pintores que ainda utilizam do trabalho de antigos pintores desenvolvendo uma cultura pós-moderna do futuro.

Como disse anteriormente, a poesia também teve sua influência na semana da arte moderna, aumentando assim, cada vez mais a cultura da nossa literatura brasileira, e aumenta o número de livro e literatura expostos no Teatro Municipal, atraindo cada vez mais o número de interessados para ir até o teatro visitar todas as obras expostas lá e assim, desenvolvendo a leitura que faz bem para os públicos de todas as idades.

Gostou do artigo sobre Semana da Arte Moderna? Veja mais sobre Literatura aqui!