Poesia Romântica

A poesia romântica brasileira teve início com a publicação da obra “Suspiros Poéticos e Saudades” de Gonçalves de Magalhães, no ano de 1836.

O Romantismo se caracterizou pela liberdade criadora e individual do artista, em oposição ao Arcadismo.

Suas características mais importantes são: valorização do mundo pessoal em que a obra é expressão do Eu, o sentimento triunfa sobre a razão e há o apego aos sonhos, intuições, emoções e fantasia do poeta.

Pauta-se também pelos ideais de liberdade e igualdade, idéias que se solidificaram na França; valorização dos elementos ligados à Pátria e repúdio a qualquer imposição de gênero, regras, métrica e temas; a presença do mistério, trazida pela experiência religiosa.

O amor, sentimento preponderante não só na poesia romântica como nas demais obras da época, apresenta duas atitudes contrárias: como exaltação da vida e da alegria de viver quando o amor é realizado e a negação da vida, o tédio, a descrença, o desejo da morte, a tristeza, quando o amor é impossível e não realizado.

No Brasil, a tendência nacionalista se revela através da figura do índio, considerado nosso primeiro herói e formador de nossa nacionalidade. A Natureza representa também um elemento de orgulho pela sua exuberância e colorido.

Podem-se apontar três momentos distintos do Romantismo e da poesia romântica, chamados de “gerações”.

1ª geração romântica

  1. Foi a precursora, pois introduziu a renovação na poesia, rompendo com os modelos arcádicos.
  2. Seus representantes são Gonçalves de Magalhães e Araújo Porto-Alegre

2ª geração romântica

  1. Atuou nas décadas de 40 e 50 e revelou a maior parte dos nossos poetas da época. Pautou-se por um romantismo exacerbado, mórbido, chamado “mal do século”.
  2. Seus representantes são Álvares de Azevedo, Casimiro de Abreu, Junqueira Freire e Laurindo Rabelo.

3ª geração romântica

  1. Não apresenta uma poesia extremamente sentimental como a da geração anterior, valorizando mais a natureza e os problemas nacionais, o que a faz uma poesia com idéias sociais.
  2. Representantes: Fagundes Varela e Castro Alves, considerado o maior expoente desta época, por trazer em sua obra a preocupação concreta com os problemas sociais, especialmente a escravidão e as condições de vida e transporte dos negros.

Gostou do artigo sobre Poesia Romântica? Veja mais sobre Poesia aqui!